Conteúdo

TJCE realiza Seminário com foco em inovação, eficiência e sustentabilidade

TJCE realiza Seminário com foco em inovação, eficiência e sustentabilidade

A pandemia imposta pela covid-19 forçou a reinvenção da maioria da população mundial, senão de todos. Com o Poder Judiciário não foi diferente. O Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) já contava com plano de modernização, incluindo processos eletrônicos e automatizados, mas essa transformação foi ampliada nesse período. O teletrabalho, as audiências, sessões e perícias virtuais, são alguns exemplos.

Contudo, a inovação é constante independentemente da atual conjuntura que estamos vivendo. É fundamental estar atento ao que fazer para melhorar as condições de trabalho dos atores envolvidos na Justiça e como entregar melhores serviços aos usuários.

Com o objetivo de se manter atualizado e adaptado às novas realidades, o Judiciário cearense realiza no próximo dia 17 de julho, o Seminário “Inovação. Eficiência. Sustentabilidade”, com transmissão ao vivo no canal do TJCE no YouTube.

A abertura do evento começa às 14h com falas do presidente do TJCE, desembargador Washington Araújo, e do Conselheiro Rubens de Mendonça Canuto Neto, presidente da Comissão Permanente de Tecnologia da Informação e Inovação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Além de somar ao Plano Estratégico 2030, desenvolvido pela Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), o seminário também é uma preparação para a implantação do Laboratório de Inovação do TJCE, que é um instrumento para melhoria constante dos serviços judiciários, usando metodologias apropriadas e ambiente colaborativo.

O foco é proporcionar uma cultura de inovação na organização com a participação efetiva de magistrados e servidores. Essa já é uma temática que tem sido tônica dos últimos anos no TJCE, sendo tratada como prioridade na atual gestão. “Com maior investimento em inovação, apresentamos melhores resultados em produtividade. Está todo mundo voltado para a inovação. Esse é o futuro”, explica o desembargador Washington Araújo.

PROGRAMAÇÃO
A partir de 14h30 tem início o primeiro painel do evento com o tema “A importância dos Laboratórios de Inovação para o Poder Judiciário. IjuspLab”, que aborda a inovação no Poder Judiciário. A juíza Federal da Seção Judiciária de São Paulo e integrante do Laboratório de Inovação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (LIODS), Luciana Ortiz, ministra a palestra.

Na sequência, a conselheira do CNJ, Maria Tereza Uille Gomes, membro do Conselho Consultivo do Laboratório de Inovação e Inteligência da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB LAB), coordenadora do Comitê Interinstitucional de integração das metas do Poder Judiciário e Agenda 2030 e coordenadora do LIODS, vai apresentar a “Agenda 2030 no Poder Judiciário”.

O segundo painel aborda a inovação no Setor Público. Guilherme Almeida, também membro do Conselho Consultivo do AMB LAB, apresenta, às 15h30, o primeiro tema: “A experiência do Laboratório de Inovação em Governo – Gnova”, entidade da qual é co-fundador. Na sequência, o diretor do WeGov, André Tamura, fala sobre “Rede colaborativa de aprendizado e construção de inovação no setor público”.

Ao final, presidente do TJCE se despede dos convidados e do público participante. Confirma abaixo a programação completa: