Conteúdo

Ministro Lewandowski encerra Copedem e assina Carta de Palmas – Des. Haroldo Máximo levou experiência da Esmec em EaD

Ministro Lewandowski encerra Copedem e assina Carta de Palmas – Des. Haroldo Máximo levou experiência da Esmec em EaD

levan
Ministro Ricardo Lewandowski assina a Carta de Palmas (Foto divulgação – Esmat).

O último dia do Encontro do Colégio Permanente de Diretores de Escolas Estaduais da Magistratura (Copedem), no último sábado (30/8), foi marcado pela palestra do ministro Ricardo Lewandowski, presidente eleito do Supremo Tribunal Federal e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). O evento, realizado pelo Tribunal de Justiça do Tocantins, por meio da Escola Superior da Magistratura Tocantinense (Esmat), debateu durante três dias (28, 29 e 30/8) diferentes aspectos da Educação à Distância (EAD).

O Diretor da Escola Superior da Magistratura do Ceará (Esmec), Desembargador Haroldo Correia de Oliveira Máximo, representou a Instituição no encontro e participou dos trabalhos sobre EaD, abordando a experiência da Esmec na área.

A palestra de encerramento foi acompanhada pela presidente do TJTO, desembargadora Ângela Prudente, pelo presidente do Copedem, desembargador Antônio Rulli Júnior, pelo diretor geral da Esmat, desembargador Marco Villas Boas, a juíza federal Denise Drummond e o juiz Marcelo Piragibe, presidente da Escola Nacional da Magistratura, além dos demais integrantes do Copedem, diretores das escolas da magistratura de diferentes regiões do Brasil. “Vossa Excelência chega numa boa hora, a magistratura tocantinense e nacional está feliz”, afirmou Villas Boas ao agradecer a participação do ministro no Copedem.

f 2
Des. Haroldo Máximo atento ao pronunciamento do Presidente do STF (Foto divulgação – Esmat).

Ao falar aos magistrados o ministro Lewandowski reforçou a importância das escolas para o desenvolvimento do Judiciário. “As escolas da magistratura não podem seguir o modelo das universidades, nós precisamos ensinar o magistrado a pensar estrategicamente, ver as coisas de forma sistemática, nós temos que nos voltarmos para o mundo moderno”. E elogiou o trabalho desenvolvido no Tocantins, “vejo que isso acontece aqui no Tocantins, estou bem impressionado com a Esmat, voltada para o futuro, para o magistrado do século XXI”.

O ministro também elogiou o Tribunal de Justiça do Tocantins pelos avanços alcançados no âmbito da tecnologia da informação. “O Tocantins se não está em primeiro lugar, está entre os primeiros na sua informatização, com o Processo Eletrônico envolvendo desde a delegacia de polícia e os demais integrantes do Sistema de Justiça”, afirmou o presidente eleito do STF.

Após a palestra do ministro Ricardo Lewandowski, o XXXVII Copedem foi encerrado com a CARTA DE PALMAS, referendada por todos os integrantes do Colégio Permanente e pelo Presidente do STF.

 

geral cop
Foto divulgação – Esmat.

Homenagens

Na oportunidade o ministro Ricardo Lewandowski foi agraciado com as medalhas Mérito Acadêmico Feliciano Machado Braga, outorgada pela Esmat e a Domingos Franciulli Netto, instituída pelo Copedem.

Na noite de sexta-feira (29/8), durante jantar oferecido pelo prefeito de Palmas Carlos Amastha ao ministro Ricardo Lewandowski e integrantes do Copedem, o ministro foi agraciado com o título de Cidadão Palmense, concedido pela Câmara Municipal. “Estou extremamente honrado pelo título que recebo hoje com a responsabilidade de dignificar a história de luta e a diversidade cultural dessa terra. Meu coração se encontra aqui definitivamente”, afirmou o presidente do STF ao receber o título.

O ministro Lewandowski sugeriu que a leitura da Constituição Federal, especialmente o capítulo sobre os direitos e garantias fundamentais, seja inserida no currículo de escolas municipais. “A educação é importante para a concretização de dois princípios fundamentais da nossa constituição: a dignidade da pessoa humana e da igualdade de todos perante a lei”, disse o presidente eleito do STF.

.

FONTE: site Esmat.