Conteúdo

Magistrados Formadores participam de projeto-piloto da Enfam em São Paulo

A Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados (Enfam) apresenta uma inovação no curso de Formação de Formadores ministrado em parceria com a Escola Nacional da Magistratura da França (ENM-França) e a Embaixada da França. Em caráter experimental, o curso será reduzido de cinco para dois dias e meio e contará apenas com uma magistrada da Escola Francesa e, não duas, como no formato original.

Segundo a secretária executiva da Enfam, Rai Veiga, a Escola Superior do Ministério Público da União adotou a versão intensiva do curso e obteve bons resultados. “A Enfam pretende avaliar esse modelo uma vez que vários magistrados já participaram do curso realizado pela ENM da França, na versão estendida, e acreditamos que, com a experiência adquirida pela magistratura brasileira, já podemos pensar em rever essa colaboração para um melhor aproveitamento”, destaca Rai Veiga.

A semelhança entre o modelo adotado pela França e pelo Brasil na forma de seleção para ingresso na carreira da magistratura, além da reconhecida expertise na educação judicial, fez com que a Enfam estabelecesse a parceria com a ENM. Outro fator que levou a essa aproximação é que o modelo pedagógico adotado pelas escolas da magistratura dos dois países tem muito em comum e é justamente este modelo que será apresentado para os juízes formadores. “O melhor formador de um juiz é o magistrado mais experiente. O que se pretende é dar a ele os fundamentos para a construção de suas competências pedagógicas”, ressalta a secretária executiva da Enfam.

A formação de formadores é uma das ações de capacitação oferecidas pela Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados (Enfam) para que o juiz formador possa adquirir técnicas pedagógicas e utilizá-las no desenvolvimento das capacidades profissionais dos participantes dos cursos.

A ação será realizada em São Paulo para magistrados que atuam como formadores e para servidores que trabalham no planejamento de ensino, num total de 25 vagas. Dos dias 11 a 13 de novembro, os participantes terão 22 horas de aulas presenciais. Esta edição é uma parceria da Enfam, da Escola da Magistratura Federal da 4ª Região (EMAGIS) e da Escola Paulista da Magistratura (EPM), que sediará o curso.

 

FONTE: site Enfam