Conteúdo

Workshop sobre Justiça Restaurativa reúne Magistrados e participantes de outros estados nordestinos

Workshop sobre Justiça Restaurativa reúne Magistrados e participantes de outros estados nordestinos

f6
Primeira oficina esteve a cargo do juiz Leoberto Branches.

 

Por todo dia de hoje (02/06/15), está sendo realizado na Escola Superior da Magistratura do Ceará (Esmec) o workshop “Práticas e enfoque restaurativo no atendimento a adolescentes em conflito com a lei”, em parceria com a Terre des hommes (Tdh), organização não governamental com sede em Lausanne (Suiça).

A abertura foi feita pelo delegado da Tdh Brasil, Anselmo de Lima. Ele explicou que os eventos de hoje e amanhã na Esmec fazem parte das comemorações dos 10 anos de justiça restaurativa no Brasil. O workshop tem como objetivos: sensibilizar sobre o paradigma restaurativo no atendimento socioeducativo; oferecer procedimentos e ferramentas para qualificação do atendimento individualizado do adolescente autor de ato infracional no âmbito judicial; e socializar as experiências de atendimento socioeducativo entre os participantes.

f4
Juíza Graça Quental e desa. Maria Vilauba.

Estão prestigiando as oficinas a desembargadora Maria Vilauba Fausto Lopes, Coordenadora da Infância e da Juventude do Tribunal de Justiça do Ceará (CIJ-TJCE); e a juíza Maria das Graças Almeida de Quental, titular da Vara de Execução de Penas Alternativas de Fortaleza, além de mais de 30 participantes, do Ceará e de outros estados do Nordeste.

f7 - victor
Victor Herrero.

As oficinas estão sendo ministradas por Leoberto Brancher, Coordenador do Programa Justiça Restaurativa da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) e Juiz do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJRS); e Victor Herrero, Assessor Técnico Regional de Tdh para a América Latina em Justiça Juvenil e Consultor do Governo Espanhol.

 

 

GRUPOS DE DISCUSSÃO

f2  f1

 

parte 1  parte 2