Conteúdo

Profa. Mércia Cardoso apresentou o tema “Jurisprudência sobre Tráfico de Pessoas” para o Grupo de Pesquisa da Esmec

Profa. Mércia Cardoso apresentou o tema “Jurisprudência sobre Tráfico de Pessoas” para o Grupo de Pesquisa da Esmec

mercia

O Grupo de Pesquisa da Escola Superior da Magistratura do Ceará (Esmec) discutiu na última sexta-feira (24/06/2016), na sala de reuniões, o tema “Análise de Jurisprudência sobre Tráfico de Pessoas”, com apresentação a cargo da professora Mércia Cardoso de Souza.

Prestigiaram a exposição o juiz Marcelo Roseno de Oliveira, Coordenador da Esmec; os professores doutores José Joaquim Neto Cisne (Secretário de Planejamento do Tribunal de Justiça do Ceará e Presidente do Grupo de Pesquisa), Leonel Gois Oliveira (Auditor de Controle Interno do TJCE), Flávio Moreira Gonçalves (Diretor da Divisão de Educação Corporativa do TJCE) e João Paulo Braga; a Assessora Pedagógica da Escola, Priscilla Aguiar Costa, dentre outros participantes.

mer 2Mércia é professora da Esmec e servidora do TJCE. Possui graduação em Serviço Social (Uece, 2000) e Direito (Unifor, 2009) e Mestrado em Direito Público (PUC Minas, 2012). Atualmente é doutoranda em Direito Constitucional (Unifor). Foi investigadora visitante no Departamento de Estudios Internacionales da Universidad Loyola Andalucía, Sevilla, Espanha (2015-2016), bolsista do PNUD (2011), bolsista de Mestrado (Capes, 2010-2012) e Scholarship – University of Zurich (2016).

mer 4

.

WORKSHOP

Em março deste ano, Mércia participou como convidada do workshop “Gender discrimination in developing countries: causes and remedies”, na Universidade de Zurich, pelo que recebeu uma bolsa da instituição promotora do evento, por meio da professora Sonja Vogt.  
Mércia apresentou a pesquisa “Gender discrimination and trafficking of women in Brazil”. O trabalho tem como co-autores o Prof. Dr. Martonio Mont’Alverne Barreto Lima e a Profa. Dra. Waldimeiry Corrêa da Silva, respectivamente, orientador e co-orientadora de sua tese doutoral.
 
merc
Mércia Cardoso de Souza e Dra Sonja Vogt, da University of Zurich, Suiça. (Divulgação)