Conteúdo

Desembargador Mário Parente é homenageado nas comemorações pelos 20 anos de criação do Juizado Móvel

Desembargador Mário Parente é homenageado nas comemorações pelos 20 anos de criação do Juizado Móvel

mesa-1
Promotor Alexandre Oliveira, juiz José Maria Sales, Des. Mário Parente, juíza Socorro Bulcão e adv. Marcelo Mota.

Foi realizada no auditório da Escola Superior da Magistratura do Ceará (Esmec), nesta quarta-feira (30/11/16), a solenidade de comemoração dos 20 anos de implantação do Juizado Especial Móvel, serviço coordenado pela juíza de direito Maria do Socorro Montezuma Bulcão, titular da 10ª unidade do Juizado Especial Civil e Criminal (JECC) da Capital.

marioNa oportunidade, o desembargador Mário Parente Teófilo Neto recebeu das mãos da juíza Socorro Bulcão uma medalha em reconhecimento ao trabalho desenvolvido pelo magistrado à frente do Juizado. Mário Parente implantou a unidade móvel, em março de 1996, e ficou à frente do serviço por dezessete anos.

Sentindo-se honrado com a homenagem, o desembargador Mário Parente disse que o que mais lhe deixa feliz é saber que o Juizado Móvel, ao longo dos anos, vem ganhando cada vez mais espaço e valorização na sociedade. “Seu serviço apresenta-se como um diferencial, pois atende as demandas momentos depois da sua ocorrência. E não só atende, mas também realiza audiências e, muitas vezes, também dá o veredito, já que comumente há acordos entre as partes”, afirmou.

Além dos dois magistrados, integraram a mesa de honra do evento o Diretor do Fórum Clóvis Beviláqua, juiz José Maria dos Santos Sales; o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil no Ceará (OAB/CE), Marcelo Mota Gurgel do Amaral; e o promotor de justiça Alexandre de Oliveira Alcântara, representando a Procuradoria Geral de Justiça. Prestigiaram ainda a solenidade juízes, advogados e funcionários do 10º JECC e do Juizado Móvel.

A juíza Socorro Bulcão revelou que, de sua criação até hoje, o Juizado Móvel atendeu a 117.219 ocorrências e promoveu 98.635 acordos, o que perfaz 84,5% de resolução de conflitos. “O Juizado é realmente uma unidade especial da justiça cearense, pois nele o cidadão envolvido em acidente de trânsito tem pronto e rápido atendimento, contrariando o conceito de que a Justiça é cara, morosa e ineficiente”, frisou a magistrada.

Ela destacou a dedicação e o empenho do corpo funcional do Juizado Móvel, mas ressaltou que a demanda crescente do trânsito de fortaleza (que triplicou desde a criação da unidade móvel da Justiça) tem reclamado a necessidade de ampliação do quadro de pessoal e de melhores condições de trabalho.

 

Atuação do Juizado

O objetivo do Juizado Especial Móvel é promover a conciliação entre as partes envolvidas em acidentes automobilísticos, exceto no caso de vítimas fatais. Funciona 24 horas/dia e sete dias por semana, inclusive sábados, domingos e feriados.

Sua sede fica na Rua Mário Mamede, 1301, Bairro de Fátima, na sede do 10º JECC. Suas viaturas possuem telefones móveis, podendo ser contatadas através dos seguintes números: (85) 8778.2161 / 8778.2162 / 8778.2163 / 8778.2164.

mesa-2

geral