Conteúdo

Esmec Artes 2020 (23/11): Palestra “Portinari: um homem, um tempo, uma nação” e debate sobre filme “Quilombo”.

Esmec Artes 2020 (23/11): Palestra “Portinari: um homem, um tempo, uma nação” e debate sobre filme “Quilombo”.

Em sua terceira edição, o Esmec Artes 2020 conta com uma série de eventos culturais e artísticos. No dia 23 de novembro, às 14h, a Escola Superior da Magistratura do Estado do Ceará (Esmec) realizará a palestra virtual “Portinari: um homem, um tempo, uma nação”, com o professor e escritor brasileiro João Candido Portinari. 

Candido Portinari foi um artista plástico da fase modernista e é considerado um dos mais importantes pintores brasileiros de todos os tempos, sendo o pintor brasileiro a alcançar maior projeção internacional. Reconhecido mundialmente, Portinari pintou mais de cinco mil obras, dentre elas destaca-se o painel “Guerra e Paz”, na sede da ONU em Nova Iorque e a série “Emigrantes”, do acervo do Museu de Arte de São Paulo (MASP). Além da pintura, Portinari também se dedicou à ilustração, gravura e à docência, tornando-se professor de artes plásticas. Em 1962, o pintor faleceu, deixando seu legado vivo perpetuado em todas as suas magníficas obras.

Sobre o palestrante:

João Candido Portinari: Professor e escritor brasileiro. Fundador e diretor-geral do Projeto Portinari. Matemático com doutorado em engenharia de telecomunicações. 

No mesmo dia, às 18h, será realizado um debate sobre o filme “Quilombo” de Cacá Diégues. Como debatedores estarão presentes Maria Cristina Vidotte Blanco Tárrega e Ana Maria Eugenio da Silva.

A história do drama “Quilombo” acontece em um engenho de Pernambuco, nos anos de 1650.  A narrativa é baseada em um grupo de escravos que se rebela e parte para Quilombo dos Palmares, onde uma nação de ex-escravos fugidos resiste ao cerco colonial. A obra foi lançada em 1984 e conta com a atuação de Zezé Motta e Toni Tornado.

As duas atrações serão transmitidas ao vivo no canal Esmec TJCE no Youtube. Os eventos virtuais acontecem durante toda a semana, para conferir a programação completa da terceira edição do Esmec Artes 2020 clique aqui.

Para se inscrever nessas e nas demais atrações, basta preencher o formulário eletrônico. Os inscritos que registrarem presença nos eventos terão direito à certificado de participação emitido pela Esmec.

Sobre as debatedoras:

Maria Cristina Vidotte Blanco Tárrega: Doutora em Direito Empresarial e Mestre em Direito Civil, ambas pela PUC SP. Professora titular da Universidade Federal de Goiás, nos Programas de Pós Graduação em Direito Agrário e no Doutorado da Rede Pro Centro Oeste de Biotecnologia Biodiversidade, e no Programa de Mestrado da Universidade de Ribeirão Preto. Pesquisadora bolsista do CNPq. Atua em Grupos de Pesquisa, dedicando-se às questões de direito empresarial e societário, da propriedade intelectual na exploração econômica da biodiversidade, etnodesenvolvimento e sustentabilidade, produção agrícola integrada, sob uma perspectiva das comunidades tradicionais quilombolas, dos direitos coletivos, do pluralismo jurídico e da democracia participativa. Membro da Rede para o Novo Constitucionalismo Democrático Latino Americano. Editora da Revista da Faculdade de Direito da UFG.

Ana Maria Eugenio da Silva: Mestranda  em Humanidades pela Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-brasileira – UNILAB.  Graduada em serviço Social pela Universidade Estadual do Ceará e Graduanda em Antropologia pela UNILAB. Integra o movimento Quilombola.