Conteúdo

Enfam quer ouvir a magistratura nacional sobre suas demandas por ações educacionais

Com o propósito de ouvir a magistratura nacional sobre suas prioridades e anseios a respeito do aperfeiçoamento profissional, a Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados (Enfam) está realizando uma pesquisa acerca do assunto.

Os novos gestores, ministros Humberto Martins, diretor-geral, e Herman Benjamin, vice-diretor, implementando uma gestão participativa, entendem que a manifestação de todos os magistrados da Justiça Federal e estadual é considerada fundamental para o sucesso do planejamento das ações educacionais.

A pesquisa, pautada pela simplicidade e clareza, pode ser respondida mediante o acesso à página da Enfam pelo link, que também foi encaminhado por e-mail aos cerca de 13 mil magistrados em todo o País. O formulário estará disponível até o dia 15 de março.

A Escola Nacional, sob o comando dos novos gestores, vê na respectiva pesquisa a oportunidade de participação direta dos magistrados acerca de suas demandas pessoais por ações educacionais, com o objetivo de atingir o ideal de realização de Justiça e pacificação social.

O formulário apresenta itens para escolha de temas direcionados às áreas jurídica (como a proteção de vulnerável e o impacto social e econômico da decisão judicial) e institucional (como gestão cartorária, gestão de pessoas, ética judicial, papel social do magistrado, gestão orçamentária e relações interinstitucionais). Há, também, um campo para outras sugestões que o magistrado considerar pertinentes.

.

FONTE: site Enfam.