Conteúdo

Enfam promove curso de Mídia para magistrados de cinco tribunais

A figura do magistrado está cada vez mais presente na mídia e o interesse da população pelas atividades do Poder Judiciário, bem como pela repercussão de suas decisões, é crescente. Tal tendência, que tem se intensificado com a disseminação das mídias digitais, inflige aos juízes brasileiros uma maior transparência de seus atos e a construção de um relacionamento transparente e profícuo com os meios de comunicação. Atenta à necessidade da magistratura se comunicar melhor com a sociedade por meio da imprensa, a Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados – Ministro Sálvio de Figueiredo desenvolveu o curso “O Magistrado e a Mídia”, cuja primeira edição será realizada nos próximos dias 26 e 27 de setembro (quinta e sexta-feira).

O evento será aberto pela diretora-geral da Enfam, ministra Eliana Calmon, que defende uma postura mais assertiva dos magistrados em suas aparições na mídia. “É preciso que o juiz saiba falar para o grande público, que consiga explicar as especificidades do processo judicial de uma forma clara e objetiva. Como demonstrou o julgamento da AP 470, o Mensalão, a população tem cada vez mais interesse no funcionamento e nas atividades do Judiciário. O magistrado, na sua condição de agente político, tem a obrigação de se comunicar com o cidadão”, avaliou.

A primeira edição do curso “O Magistrado e a Mídia” será oferecida a 20 magistrados, sendo 18 da Justiça estadual: nove do Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO), cinco do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), três do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) e um do Tribunal de Justiça do Piauí (TJPI). Os outros dois participantes são juízes do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1).

Mais informações no site da Enfam.