Conteúdo

Escola Nacional de Formação de Magistrados define diretrizes para o plano anual de 2015 e adota nova identidade visual

Escola Nacional de Formação de Magistrados define diretrizes para o plano anual de 2015 e adota nova identidade visual

As diretrizes da Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados (Enfam) para o plano das ações de ensino e pesquisa do próximo ano foram aprovadas, por unanimidade, pelo Conselho Superior. A previsão é de que a Escola realize 52 cursos em 2015, sendo 11 voltados para a formação inicial dos magistrados; 14 para a formação de formadores; e, para a formação continuada, estão previstos 15 cursos a distância e 12 na modalidade presencial.

 

Alinhamento estratégico

Com o objetivo de integrar e alinhar as estratégias de atuação das escolas judiciais e da magistratura com as da Enfam foram programados seis eventos onde também serão difundidas as diretrizes pedagógicas da Escola Nacional.

Normatização

Entre as atribuições da Enfam está a de normatizar os cursos de formação para ingresso na magistratura e os de aperfeiçoamento para fins de vitaliciamento e promoção na carreira. Nesse sentido, a Escola vai elaborar as diretrizes para a formação inicial, continuada e para a formação de formadores. O plano anual prevê, também, a elaboração de normativo contendo as diretrizes pedagógicas da Enfam e a regulamentação da educação a distância (EaD).

Pesquisa

Fomentar pesquisas, estudos e debates sobre temas relevantes para o aprimoramento dos serviços judiciários e da prestação jurisdicional também está entre as competências da Enfam. Neste ano, o Comitê Técnico de Formação e Pesquisa (CTAF) se reuniu para traçar as primeiras ações de pesquisa. Em 2015, caberá à Escola definir as diretrizes para o programa de pesquisa e desenvolver projetos piloto para as linhas de pesquisa relacionadas às demandas repetitivas e às soluções de gestão. A edição de uma revista para divulgar as obras produzidas por magistrados e a publicação de obras sobre os temas relacionados ao trabalho das escolas e às atividades dos juízes, também estão no planejamento de 2015.

Credenciamento e Fiscalização

Compete também à Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados credenciar e fiscalizar os cursos oferecidos pelas escolas judiciais e da magistratura. Segundo previsão do plano anual de 2015, as escolas receberão a visita da equipe da Enfam para acompanhar o desenvolvimento dos cursos de formação inicial e continuada.

 

*   *   *   *   *

Conselho Superior aprova nova identidade visual da Enfam

 

A Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados (Enfam) lançará na abertura do ano judiciário de 2015 novos produtos de comunicação com o objetivo de dar transparência e divulgar as diretrizes administrativas e pedagógicas. O Conselho Superior aprovou a nova logomarca da Escola, o layout do Portal, a criação de uma newslettereletrônica para magistrados e de um banco de imagens na rede social Flickr. Os produtos foram criados pela equipe de comunicação da Enfam.

Os magistrados também terão à disposição um aplicativo para celulares e tablets com informações úteis sobre a Enfam. O aplicativo foi desenvolvido pela área de tecnologia da informação.

Ao aprovar a logomarca e demais produtos de comunicação, o ministro Herman Benjamin destacou a importância da nova referência visual da Escola: “Evidentemente, quando avançamos com uma Escola dinâmica, atuante, nosso intuito é que o reconhecimento não seja apenas interno, mas externo também. Daí a relevância de nós termos um trabalho de comunicação efetiva, não só com logomarca, mas também divulgando os nossos produtos, de uma forma transparente”, afirmou.

Para o ministro Humberto Martins a Enfam deu um passo em direção a modernização com a criação da nova logomarca que retrata o livro que vem a ser a fonte do saber do magistrado. “É o magistrado a cada dia se aprimorando, através da cultura, da leitura, do conhecimento com o objetivo de melhorar a prestação jurisdicional”.

O ministro João Otávio de Noronha ressaltou a importância do trabalho de comunicação desenvolvido, fundamental para dar visibilidade ao trabalho da Enfam junto à magistratura e à sociedade.

Para o secretário-geral da Enfam, juiz Paulo de Tarso Tamburini, os produtos representam a concretização das metas de comunicação estabelecidas desde o início da gestão do ministro Noronha.

Logomarca

A nova logomarca da Enfam tem como elemento principal um livro aberto que representa o conhecimento, a fonte do saber e ao mesmo tempo reflete a dinâmica da Escola. A marca na cor ocre remete ao valor e à preciosidade do conhecimento e ao centro da imagem o círculo representa o indivíduo que é o agente da construção do conhecimento.

A logomarca será aplicada no material audiovisual, no Portal, e em toda papelaria oficial personalizada a ser produzida pela Enfam.

Novo Portal

O layout do Portal na internet receberá aplicação da logomarca, para isso, foi desenvolvido um conceito mais moderno, enxuto, de fácil visualização e acesso aos novos conteúdos. A partir do lançamento do Portal, o usuário vai poder realizar uma busca simples, rápida e confiável.

Newsletter eletrônica

Mais de treze mil magistrados federais e estaduais de todo o País receberão por um sistema moderno e de grande alcance a newsletter Saber Enfam elaborada exclusivamente com assuntos sobre cursos de formação e aperfeiçoamento, comunicados urgentes e o noticiário da Escola.

Banco de imagens

Por meio da rede social Flickr a Enfam disponibilizará as imagens dos cursos, seminários,workshops e reuniões. Será um banco de imagens em constante atualização, formado por álbuns com fotos selecionadas, tratadas e com identificação do evento, prontas para serem utilizadas pelos meios de comunicação.

Na palma da mão

Um aplicativo para celular e tablets desenvolvido pela área de tecnologia da informação da Enfam, conectará o usuário a um guia rápido de consulta, onde estarão disponíveis os principais contatos da escola, calendário de cursos, notícias mais recentes do portal, anewsletter e o banco de imagens.

O aplicativo foi criado para facilitar a rotina dos magistrados que participam de ações de formação e aperfeiçoamento da Enfam oferecendo o conteúdo programático e material de apoio do curso, além de um guia com indicações de livrarias, restaurantes e cafés de Brasília.

 

FONTE: site Enfam