Conteúdo

Enfam abre inscrições para curso sobre violência contra crianças e adolescentes

Numa iniciativa pioneira no Judiciário brasileiro, a Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados – Ministro Sálvio de Figueiredo (Enfam) promove o primeiro curso sobre Violência contra Crianças e Adolescentes para a magistratura. As inscrições podem ser feitas pelo site da Enfam (http://www.enfam.jus.br/violencia-contra-criancas-e-adolescentes-com-enfase-abuso-sexual/) até o próximo dia 22 de novembro. A qualificação será oferecida na modalidade a distância a partir do dia 25/11 – e terá a duração de 4 semanas.

O curso foi desenvolvido por uma equipe multidisciplinar composta por magistrados, promotores, pediatras, psicólogos e assistentes sociais. O objetivo da capacitação é dotar os juízes de instrumental teórico e prático acerca das especificidades não apenas dos crimes contra crianças e adolescentes, mas, sobretudo, sobre como conduzir os processos de modo a não expor as vítimas a novos traumas e humilhações.

“É fundamental que a magistratura esteja adequadamente preparada para lidar com esse fenômeno terrível da violência, principalmente a sexual, contra nossas crianças e jovens. Não são processos simples de serem conduzidos e julgados. Por isso, recorremos a profissionais de várias áreas para desenvolver esse curso. Trata-se de um tema que vai além das questões legais e, por isso, necessita de cuidados especiais”, avalia a diretora-geral da Enfam, ministra Eliana Calmon.

A capacitação será dividida em quatro módulos e abarcará uma grande variedade de temas relacionados à violência contra crianças e adolescentes. Além da jurisprudência, será abordada a diferenciação de conceitos e definições dos crimes: abuso, exploração sexual e pedofilia; maus tratos; abuso sexual intrafamiliar. Também serão tratados aspectos psicológicos, como as consequências do abuso sexual e as repercussões da violência e do trauma sexual.

Os magistrados inscritos também terão aulas sobre a história social da infância, os aspectos jurídicos de proteção da criança e do adolescente, a denúncia criminal e a indenização na esfera criminal.

Sobre a condução de processos dessa natureza, os juízes terão lições sobre o depoimento especial de crianças e adolescentes. O curso apresenta também uma reflexão sobre o desgaste emocional e o reflexo psicológico da atuação do magistrado e demais profissionais no encaminhamento das ações que envolvam esse tipo de violência.

Confira, abaixo, a lista dos profissionais que desenvolveram o curso sobre Violência contra a Criança e o Adolescente da Enfam:

– Desembargador José Antônio Daltoé Cezar, do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul;

– Juíza Cristina de Faria Cordeiro, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro;

– Promotora Danielle Martins Silva, do Ministério Público do Distrito Federal e dos Territórios;

– Promotora Patrícia Pimentel Chambers Ramos, do Ministério Público do Rio de Janeiro;

– Promotor Thiago André Pierobom de Ávila, do Ministério Público do Distrito Federal e dos Territórios;

– Médica Pedriatra Evelyn Eisenstein, professora da Universidade do Estado do Rio de Janeiro;

– Assistente Social Marleci Venério Hoffmeister, do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul;

– Psicóloga Lúcia Cavalcanti de Albuquerque Willians, professora da Universidade Federal de São Carlos