Conteúdo

Diretor da Esmec prestigia solenidade de posse da nova direção da Enfam

enfam diretores
Ministros Herman Benjamin e Humberto Martins (foto divulgação Enfam).

Os ministros Humberto Martins e Herman Benjamin tomam posse nesta quarta-feira (16/12/15) nos cargos de Diretor-geral e Vice-diretor da Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados (Enfam). A cerimônia será às 18h, no Salão Nobre do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

O Diretor da Escola Superior da Magistratura do Ceará (Esmec), desembargador Paulo Francisco Banhos Ponte, estará prestigiando a solenidade.

Os ministros foram eleitos no dia 29 de setembro pelo Plenário do STJ, órgão que reúne todos os ministros da Corte e tem competência para questões administrativas. A cerimônia de posse marcará o encerramento do I Encontro Nacional de Diretores de Escolas de Formação de Magistrados.

O ministro João Otávio de Noronha, atual dirigente da escola, deixa o cargo após dois anos à frente da Enfam.

 

Nova gestão

Natural de Maceió, o  ministro Humberto Martins tomou posse no STJ em junho de 2006, em vaga destinada a membro da magistratura estadual, oriundo do Tribunal de Justiça de Alagoas, onde ingressou pelo quinto constitucional. Atualmente, é membro da Corte Especial, da Primeira Seção e da Segunda Turma do STJ – já tendo ocupado a presidência destes dois últimos colegiados.

Atuou como corregedor-geral da Justiça Federal, diretor do Centro de Estudos Judiciários do Conselho da Justiça Federal (CJF) e presidente da Turma Nacional de Uniformização dos Juizados Especiais Federais (TNU). O ministro Humberto Martins é o atual vice-diretor da Enfam. Ele assumirá a direção-geral da escola pelos próximos dois anos.

Na vice direção, tomará posse o  ministro Herman Benjamin. Natural de Catolé do Rocha (PB), ele graduou-se na Faculdade de Direito da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Possui título de mestre pela University of Illinois College of Law.

Em setembro de 2006, assumiu o cargo de ministro do STJ, em vaga destinada a membro do Ministério Público. Como procurador de Justiça, integrou no Ministério Público de São Paulo, tendo atuado em diversas comarcas e ativamente nas áreas de meio ambiente e de direitos do consumidor. No STJ, preside a Primeira Seção e compõe a Corte Especial e a Segunda Turma, órgão que também já comandou.

Os ministros que tomam posse não se afastarão de suas atividades judicantes no STJ.

 

FONTE: site Enfam.