Conteúdo

Começam obras de reforma e ampliação da Esmec

Começam obras de reforma e ampliação da Esmec

A presidente do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), desembargadora Maria Nailde Pinheiro Nogueira, participou na tarde desta segunda-feira (04/07), de uma reunião para formalizar a Ordem de Serviço para reforma e ampliação do prédio da Escola Superior da Magistratura do Estado (Esmec). Em visita ao equipamento, a magistrada vistoriou pessoalmente o início da intervenção, que tem previsão de entrega para novembro deste ano.

Orçada em cerca de R$ 2,2 milhões, a obra prevê ações como melhorias, na acessibilidade, substituição da coberta, do piso das salas de aula e de unidades administrativas; melhorias de segurança (com ampliação do estacionamento privativo); construção de dois espaços didáticos (com mini-auditórios de 60 lugares, cada) e criação do espaço externo de convivência com paisagismo.

“Hoje está sendo um dia muito importante para nossa Gestão, pois a Escola da Magistratura há muito tempo vinha precisando de uma reforma. Nós trabalhamos com um projeto, conseguimos fazer a licitação e reservar uma verba, para que pudéssemos ampliar a escola e melhorar as estruturas elétricas, hidráulicas e o piso. O objetivo é ter um espaço mais confortável para os que aqui frequentam. Lugar onde recebemos grandes personalidades e atualmente ocorrem os eventos solenes do Tribunal de Justiça. Havia, de fato, a necessidade de uma melhoria estrutural e arquitetônica”, reconheceu a chefe do Judiciário cearense.

Ao lado da magistrada, estava o desembargador Francisco Luciano Lima Rodrigues, diretor da Esmec, que também disse estar satisfeito com o início dos trabalhos. “A Escola tem um papel importante para o Poder Judiciário, com sua educação continuada, sendo um local de atividades culturais. Então, é importante que ela esteja adaptada para receber as atividades, que só crescem em volume. A instituição é muito grata pela sensibilidade que a desembargadora Maria Nailde teve de compreender a necessidade de crescimento físico da escola para poder fazer face às suas demandas”, afirmou o magistrado.

A reunião que resultou na assinatura da Ordem de Serviço contou ainda com as presenças de integrantes da Secretaria de Administração e Infraestrutura (Seadi), como o secretário Pedro Ítalo Sampaio; a gerente de Engenharia e Arquitetura, Anita Guimarães; o coordenador de Fiscalização de Obras do TJCE, Paulo Rogério de Alencar; e o fiscal da obra, Fábio Cunha de Carvalho Rego; além de representantes da empresa vencedora da licitação, a Dinâmica Empreendimentos e Serviços Eirelli.