Conteúdo

Aulas do curso de Mediação para alunos do programa Universitário Voluntário são iniciadas na Esmec

Aulas do curso de Mediação para alunos do programa Universitário Voluntário são iniciadas na Esmec

Teve início na manhã desta segunda-feira (21/08), e prosseguirá até sexta, sempre de 8 às 17 horas, na Escola Superior da Magistratura do Ceará (Esmec), as aulas teórico-presenciais do curso de Formação de Conciliadores e Mediadores do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos do Tribunal de Justiça do Estado (Nupemec/TJCE).

Essa 42ª edição do curso é destinada a 50 alunos que participaram do programa “Universitário Voluntário”, desenvolvido pelo Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc) da Comarca de Fortaleza.

A capacitação terá duas etapas, com carga horária total de 120 horas/aula, sendo 60 h/a presenciais e outras 60 h/a de estágio supervisionado (a ser realizado em sessões de conciliação e mediação, e concluído até 30/10/2018). Estão ministrando as aulas na Esmec os seguintes instrutores e mediadores judiciais: juíza Jovina D´Ávila Bordoni (Coordenadora do Cejusc), Hélder Assunção (Chefe do Cejusc), Valdênia Arrais e Francisco Barreto Saraiva.

Juíza Jovina D´Ávila fez a abertura do curso.

O módulo teórico abordará os seguintes temas: Panorama histórico dos métodos consensuais de solução de conflitos e Legislação brasileira; A Política Judiciária Nacional de tratamento adequado de conflitos; Cultura da Paz e Métodos de Solução de Conflitos; Teoria da Comunicação/ Teoria dos Jogos; Moderna Teoria do Conflito; Negociação: Conceito. Integração e distribuição do valor das negociações. Técnicas básicas de negociação; Conciliação: Conceito e filosofia; Mediação: Definição e conceitualização; Áreas de utilização da conciliação/ mediação; Interdisciplinaridade da mediação; O papel do conciliador/mediador e sua relação com os envolvidos/agentes na conciliação/mediação; e Ética de conciliadores e mediadores.

Atua como Supervisora do Nupemec/TJCE a desembargadora Tereze Neumann Duarte Chaves; e como Coordenador, o juiz Sérgio Luiz Arruda Parente. O curso de Mediação está em conformidade com a Resolução nº 125 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que prevê a qualificação de profissionais para atuarem como conciliadores e mediadores em conflitos e ações judiciais do Poder Judiciário.