Conteúdo

Esmec promove Aula Magna do VII Curso de Formação Inicial com palestra “A construção histórica do modelo judicial brasileiro e os desafios para o futuro da magistratura”

Esmec promove Aula Magna do VII Curso de Formação Inicial com palestra “A construção histórica do modelo judicial brasileiro e os desafios para o futuro da magistratura”

A aula magna do Curso de Formação Inicial de Juízes aconteceu na última sexta-feira (15/10) no auditório da Escola Superior da Magistratura do Estado do Ceará (Esmec) com a palestra “A construção histórica do modelo judicial brasileiro e os desafios para o futuro da magistratura”. A temática foi abordada pelo professor Dr. Gustavo Raposo Feitosa e contou com a participação dos 28 novos magistrados que tomaram posse na manhã do dia 15 na Esmec. 

A mesa de abertura contou com a presença do diretor da Esmec, desembargador Francisco Luciano Lima, e do coordenador geral, juiz Alexandre Sá. Ademais, estavam presentes o presidente da Associação Cearense de Magistrados, juiz Daniel Carvalho Carneiro, o presidente do Tribunal Regional Eleitoral, desembargador  Inacio de Alencar Cortez Neto e o desembargador Washington Luis Bezerra de Araújo.

A palestra trouxe um panorama amplo e detalhado da evolução do Judiciário brasileiro. Na ocasião, a juíza recém-empossada Maria Anita Araruna Correa, destinada à comarca de Alto Santo, contou sobre sua expectativa em relação ao curso de formação. “Espero no curso ter uma troca de conhecimentos com juízes experientes…a fim de em fevereiro poder iniciar o efetivo exercício na minha comarca, mais capacitada e engajada tanto as tendências do Tribunal cearense quanto da magistratura nacional, com a finalidade de prestar o melhor serviço para a sociedade cearense”, finalizou a nova magistrada.

O VII Curso de Formação de Formação Inicial de Juízes Substitutos promovido pela Esmec, com duração de três meses, é requisito para a progressão na carreira e aquisição da vitaliciedade. A qualificação é credenciada pela Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados (Enfam) e será composta por aulas teóricas e práticas sobre temas como demandas repetitivas, mediação e conciliação e sistema carcerário. Outros assuntos abordados serão o impacto econômico e social das decisões, gestão de pessoas e relacionamento com a sociedade.