Conteúdo

ACM e Esmec realizam reunião para firmar convênio

Foto: divulgação ACM.
Foto: divulgação ACM.
Na manhã desta quarta-feira, 20, o diretor e o coordenador da Escola Superior de Magistratura do Estado do Ceará (Esmec), Desembargador Haroldo Máximo e Juiz Antonio Carlos Klein, respectivamente, visitaram a sede da Associação Cearense de Magistrados (ACM) e estiveram reunidos com a diretoria da organização, representada pelo juiz Ricardo Barreto e juiz Antônio Araújo.
O encontro entre os magistrados visou discutir a parceria entre a Esmec e a ACM, que irá aproximar as duas instituições e, entre outros benefícios, ampliar o número de cursos oferecidos aos magistrados vinculados à Associação.
De acordo com o presidente da ACM, juiz Ricardo Barreto, “a reunião teve como objetivo estreitar os laços entre as duas entidades, possibilitando o surgimento de várias iniciativas conjuntas, especialmente parcerias na realização de eventos que favoreçam o crescimento acadêmico e cultural dos magistrados cearenses”, comentou o magistrado.
O Diretor da Esmec também demonstrou satisfação com o convênio e afirmou que “este encontro consolidará ainda mais a saudável e necessária parceria que sempre houve entre a Escola e a Associação Cearense de Magistrados”.

Fonte: site ACM

Lançamento do livro do Prof. Dr. César Barros Leal contou com a presença do jurista Paulo Bonavides.
Lançamento do livro do Prof. Dr. César Barros Leal contou com a presença do jurista Paulo Bonavides.
LANÇAMENTO DE LIVROS

Além da oferta de cursos e seminários/palestras, a Esmec pode ser também um importante espaço para manifestações acadêmico-culturais de Magistrados, como bem sublinhou o juiz Ricardo Barreto, com destaque para o lançamento de obras jurídicas. A esse respeito, nos últimos anos a Esmec vem se consolidando como um concorrido pólo lançador de livros. Somente na gestão passada da Escola, de agosto de 2010 a dezembro de 2012, foram lançados 14 livros em seu auditório (veja aqui a relação).
A Esmec oferece suas dependências para lançamento de livros de conteúdo de natureza jurídica e de áreas afins, conforme estabelece a Portaria nº 02/2010 baixada pelo Diretor da Escola. Pela norma, a instituição coloca à disposição dos autores auditório climatizado, serviço de som, espaço para recepção e divulgação no site da Escola.
Em contrapartida, o(s) autor(es) se compromete(em) a fazer a doação de pelo menos dois exemplares de cada obra lançada, para compor e enriquecer o acervo da biblioteca da Escola, devendo permanecer um exemplar como cativo e o outro destinado a empréstimo.