Conteúdo

Novos juízes realizam curso de Formação Inicial na modalidade EaD

Novos juízes realizam curso de Formação Inicial na modalidade EaD

A capacitação de 31 novos juízes para o exercício efetivo das funções de gestão administrativa e judiciária é prioridade para a Escola Superior da Magistratura do Ceará (Esmec). Com o objetivo de dar continuidade ao VI Curso de Formação Inicial de Juízes Substitutos durante a suspensão de atividades presenciais, foram credenciadas oito disciplinas teóricas na modalidade Educação a Distância (EaD).

As aulas foram iniciadas em 15 de junho e seguem até 16 de agosto. Ao todo, os alunos cumprirão carga-horária de 55h/a no formato EaD. A coordenadora de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados e Servidores, Rosângela Evangelista, afirma que o processo de adaptação para o meio virtual foi bem-sucedido devido à organização e ao planejamento. “A metodologia que nós adotamos foi de orientar os tutores de uma forma que pudessem ter interação prévia com os alunos”, explica Rosângela.

Além disso, há um esforço no suporte técnico, que envolve a inserção dos alunos na plataforma Webex, acompanhamento de senhas de acesso e anexo de material.

A primeira disciplina foi “O juiz e os Serviços Extrajudiciais”, ministrada pela formadora Maria Darlene Braga, entre os dias 15 e 19 de junho. Até 25 de junho, os alunos assistirão à disciplina “Relacionamento com os Meios de Comunicação de Massa e o uso das Redes Sociais”, com a formadora Grazielle de Albuquerque.

A juíza Maria Luísa Emerenciano Pinto tomou posse em 28 de fevereiro e integra a turma. Para ela, a metodologia que está sendo usada nas disciplinas no EaD contribui bastante para o verdadeiro aprendizado. Como exemplo, aponta a realização de aulas “ao vivo”, que permitem que dúvidas sejam sanadas imediatamente, e as atividades posteriores à aula, que auxiliam na consolidação do aprendizado.

“O andamento do curso está sendo muito eficaz. É evidente o engajamento de toda a equipe, desde a organização e cronograma até a realização das aulas”, avalia a magistrada.

Os novos juízes também estão cumprindo carga-horária com atividades práticas sobre sentenças e decisões. Nessa dinâmica, os alunos interagem com magistrados orientadores que tiram dúvidas e avaliam os trabalhos.