Conteúdo

Esmec Artes 2019: Exibição de filme e mesa de debate (14/11)

Esmec Artes 2019: Exibição de filme e mesa de debate (14/11)

Dirigido pelo cearense Wolney Oliveira, o documentário “Os últimos cangaceiros” retrata a trajetória dos cangaceiros Durvinha e Moreno, do bando de Lampião. Tendo em vista a importância de propagar o conhecimento sobre a história do Brasil e, principalmente, do Ceará, a Escola Superior da Magistratura do Estado do Ceará (Esmec) exibirá o filme no dia 14 de novembro, às 14h.

Após a exibição do longa-metragem, será realizada uma mesa de debates com a presença dos professores Dr. Marcelo Dídimo (UFC) e Me. Diêgo Lima (UECE). Tanto a exibição quanto o debate serão gratuitos e abertos ao público.

Para participar, basta realizar o login na plataforma Minha Esmec, conferir os “Cursos e Eventos” que estão com inscrições abertas e realizar a inscrição. Também é possível realizar a inscrição através do formulário eletrônico.

A atividade integra a programação do projeto Esmec Artes 2019. Em sua segunda edição, a iniciativa busca promover atividades artísticas e culturais para os integrantes do Poder Judiciário e para a população em geral durante todo o mês de novembro. A programação completa pode ser conferida no link.

Sobre o filme:

Recuperando as memórias do casal Durvinha e Moreno, que integraram o bando de Lampião, Wolney Oliveira retrata o cenário nordestino e brasileiro do início do século XX. Fenômeno do banditismo brasileiro, o Cangaço foi uma resposta dos camponeses pobres que começaram a vagar pelas cidades cometendo crimes como forma de vingança pela exploração cometida pelos donos de terra. Em sua obra, Wolney Oliveira faz um registro crítico e histórico sobre esse momento da história.

Assista o trailer do filme aqui

Mesa de debates:

Marcelo Dídimo: Mestre e Doutor em Multimeios – Área Cinema pela Universidade Estadual de Campinas, onde pesquisou O Cangaço no Cinema Brasileiro, livro de sua autoria que foi publicado em 2010. Realizou Estágio Pós-Doutoral na Columbia University, New York, onde pesquisou as influências e aproximações entre o Western e o Cangaço. Atualmente é Professor Associado II do Curso de Graduação em Cinema e Audiovisual e do Programa de Pós-Graduação em Comunicação do Instituto de Cultura e Arte da Universidade Federal do Ceará.

Diêgo Lima: Mestre em Planejamento em Políticas Públicas pela Universidade Estadual do Ceará (UECE), Especialista em Direito Público pela Faculdade Entre Rios do Piauí (AERPI), Graduado em Direito pela Universidade de Fortaleza (Unifor) e Pedagogia pelo Instituto de Apoio ao Desenvolvimento da Univ. Estadual Vale do Acaraú (UVA).